terça-feira, 24 de julho de 2012

Diretora de escola diz que greve dos professores está abusiva

Ney Silva

A greve dos professores da rede estadual que já dura mais de três meses pode ser considerada abusiva e a categoria deve refletir sobre as consequências para a sociedade. Essa é a opinião da professora Ednalva Ramos, diretora do Colégio Estadual Menino Jesus de Praga, que não aderiu a paralisação. A professora que também é advogada diz que os alunos sem estudar ficam com a mente ociosa e isso é perigoso.

Ela acha também que há um prejuízo intelectual para  os alunos que estão fora da sala de aula." Chegou um ponto em que a greve está abusiva porque tem até professor chorando para voltar a sala de aula para receber seus salários",diz Ednalva. A professora disse ainda que muitos professores não tem outra fonte de renda e estão em dificuldades. Mas reconhece que o salário de um professor precisa ser melhor porque se trata de uma profissão nobre.

Sobre a possibilidade de punição aos diretores por parte do governo, Ednalva Ramos informou que existe essa possibilidade. Segundo ela, o diretor de estabelecimento de ensino mesmo sendo escolhido pela comunidade escolar ocupa um cargo de confiança. Mas ela entende que um diretor  não tem poderes para fazer com que um professor possa voltar a trabalhar em um momento como esse de paralisação.

Na opinião de Ednalva, se o professor não volta a sala de aula todos saem perdendo. O governo, as escolas e a sociedade como um todo.

Um comentário:

  1. Concordo com a diretora. Esta greve ja está desgastada pelo tempo. Se tivéssemos que conquistar alguma vitória, ja teria acontecido.Demorar mais só vai nos desmotivar e nos enfraquecer.Sem dinheiro não há como resistir, sem dinheiro não há forças para lutar.Precisamos também pensar nos alunos que estão sendo prejudicados.Não vejo por que esperar mais.Basta!

    ResponderExcluir

Edital de credenciamento de bandas para Micareta será publicado nos próximos dias 14/1/2019, 15:59h Conforme já foi anunciado pela Sec...